• Apipa

Save Ralph: campanha global da HSI contra testes cosméticos em animais

Atualizado: Abr 28

O ator brasileiro Rodrigo Santoro empresta a sua voz na dublagem em português da animação 'Save Ralph', numa campanha global da HSI para tentar proibir os testes cosméticos em animais ao redor do mundo. Cineastas e outros astros do cinema, como Taika Waititi, Ricky Gervais, Zac Efron, Olivia Munn, Pom Klementieff e Tricia Helfe participam da campanha.

A campanha tem o objetivo de chamar atenção para o sofrimento vivenciando diariamente pelos milhares de animais explorados pela indústria de cosméticos e envolver consumidores e políticos na missão e banir a terrível prática. O filme apresenta o porta-voz da campanha da HSI, o coelhinho Ralph, dublado em português por Rodrigo Santoro. (Imagens: Humane Society International / Marcos André Pinto)

Testes em animais para a produção de cosméticos são proibidos em 40 países, a exemplo de Índia, Taiwan, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Guatemala e Austrália. No Brasil, dez estados baniram a prática, incluindo o Rio de Janeiro, em 2017.


A Humane Society International (HSI) e seus parceiros foram fundamentais para que essa proibição acontecesse. Para chamar a atenção do mundo todo para a causa, a organização convocou estrelas de Hollywood para dublar um curta de animação – bem chocante – sobre o assunto numa campanha global.


O ator Rodrigo Santoro dubla a versão brasileira do filme. Dirigido e roteirizado por Spencer Susser, responsável pelo blockbuster O Rei do Show, o curta acompanha o coelho Ralph, cobaia da indústria de cosméticos, sendo entrevistado enquanto encara a rotina diária de trabalho num laboratório toxicológico.


Assista ao curta em português com dublagem de Rodrigo Santoro (vídeo).



A versão original do curta traz os astros Zac Efron, Taika Waititi, Ricky Gervais e Olivia Munn.


A campanha #SaveRalph aborda a questão perturbadora dos testes em animais de forma bem original, usando a história do simpático animalzinho para evidenciar a situação de coelhos, ratos e porquinhos da índia, entre outros animais, submetidos a testes e sofrendo em diversos lugares.


“Quando recebi o convite para dublar o filme, fiquei impactado com o depoimento do Ralph. Depois, soube do envolvimento de artistas tão sérios pelo mundo com o projeto. Para mim, foi uma honra contribuir com uma causa tão importante. Não percam – e vamos à reflexão!”, pede Rodrigo Santoro.


Imagem: Humane Society International - HSI

Segundo Jeffrey Flocken, presidente da Humane Society International, #SaveRalph é um alerta de que os animais ainda estão sofrendo na indústria de cosméticos e que ainda dá tempo de pôr um ponto final nessa prática. “Hoje temos uma oferta abundante de produtos confiáveis que são livres de testes em animais e com abordagens que garantem sua confiabilidade. Não existe mais desculpa para fazermos animais como Ralph sofrerem para que a indústria possa testar seus ingredientes”, afirma.


Marcas como Lush, Unilever, P&G, L’Oréal e Avon, que dispensaram o uso de animais em seus testes, estão trabalhando em conjunto com a HSI para que a prática cruel e desnecessária seja banida em todo o Brasil. “Essa discussão já dura quase dez anos. Nós recrutamos Ralph como nosso porta-voz e convocamos os senadores brasileiros para votar urgentemente pela lei PLC 70/2014 e pôr um fim nesse terror”, clama Antoniana Ottoni, relações-governamentais da HSI no Brasil.


Para assistir à versão original da animação, acesse o site da Humane Society International.

PETIÇÃO reivindica proibição dos testes no Brasil


Um abaixo-assinado criado pela Humane Society International (HSI) e pela ONG Te Protejo, que reivindica a proibição dos testes e experimentos com animais pela indústria de cosméticos no Brasil já se aproxima de 1,5 milhão de assinaturas na plataforma Change.org. Se a tortura de animais nos laboratórios lhe causa repulsa, participe hoje desta ação de solidariedade assinando a PETIÇÃO.


Em todo o mundo, animais de várias espécies são diariamente submetidos a procedimentos cruéis de tortura por uma indústria perversa, sendo envenenados e mortos para que sejam testados ingredientes e substâncias que compõem os produtos cosméticos. Já passou da hora de tais práticas nefastas serem proibidas no Brasil, pois 'nenhum animal deve sofrer ou morrer em nome da beleza'. Participe hoje assinando a PETIÇÃO!


➥ Petição: proibição dos testes cosméticos em animais no Brasil

Ajude! Gatinhos doentes são abandonados na porta da APIPA


Ajude! Falta RAÇÃO para os CÃES e GATOS do abrigo da APIPA



Solidarize-se com os animais da APIPA

Solidarize-se com os cães e gatos carentes assistidos pela APIPA. O nosso centro de acolhimento está sempre superlotado, operando com o dobro de sua capacidade, sendo necessário que se faça coletas diárias de doações de ração, material de limpeza, medicamentos veterinários e jornais. Um dia de consumo de ração no abrigo equivale a 25 kg para os cães adultos e entre 12 e 15 kg para os gatos, sem contar os filhotes. Para fazer a higienização do abrigo, usamos diariamente 5 litros de desinfetante e 5 litros de detergente, além de muito saco de lixo, esponjas, vassouras e rodos. O amigo interessado em ajudar pode entregar os donativos diretamente na sede da Entidade, ou ainda, se preferir, fazer as doações em dinheiro por meio de depósitos bancários (contas abaixo).


Venha ajudar a APIPA! Falta RAÇÃO e demais itens básicos para manutenção do abrigo A protetora Isabel Moura, que é uma das fundadoras e membro da atual diretoria executiva da APIPA, fala um pouco sobre a importância da adoção de animais carentes e o trabalho que a Entidade desenvolve na reabilitação de cães e gatos resgatados em situação de maus-tratos e abandono (vídeo).


Devido à pandemia, as visitas ao abrigo da APIPA sofreram algumas restrições, sendo agora necessário que o visitante faça prévio agendamento por meio do Instagram.

Ajude! Cadela atropelada é submetida a cirurgias de emergência Ajude! Cadelinhas doentes com TVT precisam continuar tratamento Castrar é preciso: apadrinhe uma castração no abrigo da APIPA Guarda Responsável de Animais: assumindo uma vida APIPA registra aumento de 50% nas adoções de animais durante quarentena Ajude a APIPA quitar dívidas pendentes em clínica veterinária

Como ajudar a APIPA

Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos! Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemia Pandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo Faça a sua doação de ração para cães e gatos: Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações) CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Pix: apipa.bbrasil@gmail.com

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0 Pix: apipa.cef@gmail.com

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4

Abandono de animais aumenta e APIPA pede ajuda em Teresina AJUDE os animais carentes do abrigo da APIPA


Com informações do Veja