ENCONTROU UM ANIMAL ABANDONADO?
Siga as orientações para ajudá-lo:

1º – Verifique

  •  Veja se o animal tem coleira e plaquinha de identificação, com endereço ou telefone.

  • Verifique se o animal aparenta estar doente ou se tem algum ferimento. Em caso positivo, leve-o a uma clínica veterinária antes de conduzi-lo para a sua casa, especialmente se você tiver outros animais. 

2º – Localize o dono

É possível que ele tenha fugido e se perdido ou que os responsáveis estejam aflitos para encontrá-lo.

Sugestões:

 

  • Coloque cartazes/Fotos em clínicas veterinárias, Pet Shops, supermercados, lojas, farmácias, padarias, bancas de jornal e perfis de Rede Social de protetores ou ONG's que tratam do assunto.

INSTAGRAM: @protetoresdepatinhas / @adocaodeanimaisthe / @ajudeumaumigo / @apipaoficial / @adocaodegatinhosteresina

FACEBOOK: Adoção de Animais - Piauí / Doação e Adoção de Animais em Teresina-PIANIMAIS PARA ADOÇÃO TERESINA-PI!!

Se não teve retorno ou o antigo guardião não apareceu, o mais provável é que o animal que você encontrou seja mais uma vítima do abandono.

 

Neste caso, dê início a um novo processo: o de ADOÇÃO!

3º – Prepare o animal para um Lar Temporário

  • Higiene, abrigo e alimentação: estes itens são prioritários. Providencie a aplicação de um antipulgas e de um vermífugo adequado para a espécie, o porte e a faixa etária do animal. Em caso de dúvida, peça orientação ao veterinário ou ao funcionário do Pet shop em que você adquirir os produtos.

  • Ofereça também uma ração apropriada, água limpa e fresca. Ele precisa de um lugar coberto e confortável para se abrigar e dormir.

  • Se você não tem como manter o “hóspede” em sua casa, peça ajuda aos amigos, familiares e vizinhos. Alguém pode oferecer a ele um Lar Temporário, um dos mais importantes elementos nessa situação, até que surja um adotante definitivo.

  • Leve o bichinho a um médico veterinário para que ele receba as vacinas adequadas. Também é fundamental só adotar animais castrados. O número de cães e gatos sem lar é imenso no Brasil, apenas o controle das crias pode impedir que esse problema piore

 

Lembrando que: animais filhotes também podem ser castrados.

4º – Divulgue​

DICA 1: Tenha em mente que quanto melhor for o seu anúncio, melhores serão as chances de conseguir um lar para o animal carente. Utilize fotos, faça uma boa descrição do bichinho e coloque um telefone de contato para futuros interessados.

DICA 2: Procure entre seus contatos (celular, facebook, etc.) pessoas que possam ajudar ou ter interesse em adotar. Outra possibilidade é constituir um Lar Temporário se você não tiver condições de mantê-lo em sua casa.

DICA 3: Procure por perfis nas Redes Sociais de Ong's e grupos de Proteção Animal e divulgue as fotos para adoção, sempre com o telefone para contato.

Em teresina temos os perfis:

INSTAGRAM: @protetoresdepatinhas / @adocaodeanimaisthe / @ajudeumaumigo / @apipaoficial / @adocaodegatinhosteresina

FACEBOOK: Adoção de Animais - Piauí / Doação e Adoção de Animais em Teresina-PIANIMAIS PARA ADOÇÃO TERESINA-PI!!

 

5º Adoção:

ATENÇÃO: 

 

Faça a entrevista com o candidato e AVALIE:

1 - Condições físicas para receber o animal (espaço e limpeza adequado);

2 - Se tem crianças menores de 6 anos em casa, nesse caso necessita-se avaliação cautelosa para saber se a criança será preparada para receber o animal;

3 - A renda familiar está de acordo, animais acabam gerando gastos além do esperado;

4 - Se já possui outros animais em casa e como vai prepará-los para a chegada do novo membro;

5 - Se o candidato (a) pretender viajar ou se mudar, e caso aconteça o que fará com o animal;

6 - Pergunte o que será feito em época de férias ou feriados prolongados, quem ficará com o animal ou se há recursos para hospedagem;

7 - Avalie se o candidato (a) tem condições psicológicas e emocionais para cuidar do animal.

OBS: Qualquer sinal de anormalidade, opte por esperar por outro adotante.

ACERTE COM O ADOTANTE QUESTÕES COMO VACINAÇÃO, VERMIFUGAÇÃO E CASTRAÇÃO, SE JÁ NÃO TIVER SIDO REALIZADO ANTES!


VISITE O ANIMAL ESPORADICAMENTE PELO MENOS NO PRIMEIRO ANO APÓS A DOAÇÃO. SE O BICHO ESTIVER MAL CUIDADO, LEMBRE O TERMO ASSINADO COM O ADOTANTE, POIS, SE NECESSÁRIO RESGATAR O ANIMAL PELAS VIAS LEGAIS, ESSE SERÁ UM DOCUMENTO IMPORTANTE.

OBS: SEGUIR AS RECOMENDAÇÕES ACIMA DIMINUI O RISCO DE MAUS TRATOS E DEVOLUÇÕES POR MÁ ADAPTAÇÃO.

 

ABRIGOS SÃO UMA OPÇÃO?

Os abrigos geralmente enfrentam enormes dificuldades para suprir carências básicas de seus “hóspedes”. Precisam do apoio de toda a sociedade e de uma gestão profissional, o que inclui um veterinário responsável. Em virtude da superpopulação, da falta de estrutura e  de recursos, infelizmente muitos deles tem dificuldades em controlar doenças do ambiente.

APIPA® - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE PROTEÇÃO E AMOR AOS ANIMAIS

CNPJ: 10.216.609/0001-56

BANCO DO BRASIL
Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

BANCO SANTANDER
Ag: 4326 / CC: 13000087-4

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

contato.apipa@gmail.com

Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai - Bairro Uruguai (6 quadras após a UNINOVAFAPI)

Teresina, PI - CEP 64073-167

COPYRIGHT © 2018

Site criado pela Pix Marketing Digital

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon