Veganismo não é dieta: é luta contra o massacre aos animais

No veganismo, a alimentação tem ênfase por ser o setor que mais explora animais, mas não é o único, por isso o movimento é muito mais amplo.


'Veganismo é uma filosofia e estilo de vida que busca excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e crueldade contra animais na alimentação, vestuário e qualquer outra finalidade. Por extensão, busca a promoção do desenvolvimento e uso de alternativas livres de origem animal para benefício de humanos, animais e meio ambiente.' (Foto: Vegano Periférico)

O veganismo é um movimento que busca combater todas as formas de exploração e crueldade contra animais. Contudo, é muito comum ser associado a dietas modernas ou alimentação fitness, deixando o propósito da causa de lado.


O que é considerado uma dieta é o ovolactovegetarianismo, que elimina apenas o consumo de carnes e mantém ovos e leite, e o vegetarianismo estrito, que exclui todos os alimentos de origem animal. Além da produção de alimentos, existem outras formas de exploração animal, que devem ser consideradas.


No veganismo, a alimentação tem mais ênfase por ser o setor que mais explora animais. A indústria alimentícia e a pecuária, por exemplo, são os principais setores responsáveis por essa exploração no mundo. São abatidos, anualmente, cerca de 70 bilhões de animais terrestres (dados da Organização para a Alimentação e Agricultura, da ONU) e mais de 800 bilhões de peixes, só para consumo humano.


Além disso, entre todas as mudanças que se faz na transição para o veganismo, a alimentação é a parte mais difícil. De modo geral, as pessoas têm muita dificuldade para mudar, e é preciso um tempo para que se consiga uma adaptação plena a essa mudança. As pessoas que aderem ao veganismo costumam escutar de amigos e familiares frases como, "vocês não vão conseguir, deixem isso pra lá, continuem comendo o que sempre comeram".


Diferente do vegetarianismo, o veganismo aborda diversas questões sobre a utilização de animais. Portanto, tratar o movimento apenas como uma dieta, é ignorar todas as outras formas de exploração existentes e todo o seu caráter político e social.


Aderir ao veganismo é visto por muitos como algo extremista. No entanto, ser vegano não tem nenhuma relação com extremismo, é um posicionamento ético e político em defesa dos direitos dos animais. O movimento se opõe a práticas que utilizam e exploram outras espécies, seja no ramo alimentício, moda ou entretenimento.


Algumas práticas comuns de exploração animal:

  • Produção de alimentos (carnes, ovos, embutidos, banha de porco, mel, leite e derivados, queijo, manteiga, margarina, corantes de origem animal, gelatina, etc).

  • Roupas de couro, seda e lã ou com penas.

  • Produção de cosméticos que utilizam componentes animais na formulação (maquiagem contendo cera de abelha, sabonetes de glicerina animal, entre outros).

  • Os testes em animais, que se utilizam dos porquinhos-da-índia, camundongos, coelhos e macacos para desenvolver produtos de limpeza e cosméticos.

  • Entretenimento com exposição/exploração de animais aquáticos, zoológicos, vaquejadas, rodeios, touradas, pesca esportiva, etc.

  • Comercialização de pets (peixes para aquários, pássaros silvestres, cães e gatos de raça, entre outros).


Os seres humanos tratam cavalos, coelhos, porcos, galinhas, vacas, bois, peixes e outros, como meros objetos. Somos educados culturalmente a enxergá-los como seres incapazes de sentir.


Testamos produtos cosméticos nos olhos e peles de animais. Esses inocentes são, de forma vil, explorados na produção de entretenimento enquanto são forçados a uma condição de subserviência, submetidos a sádicos e perversos caprichos humanos, a se observar nos rodeios, vaquejadas, touradas, entre tantas outras formas de tortura, como os aprisionamentos em pequenas gaiolas, jaulas e aquários, só para citar alguns. Isso diz muito sobre a nossa cultura, nossos costumes e educação.


Por isso o movimento vegano é extremamente importante, pois traz um questionamento sobre como tratamos e como podemos melhorar a nossa relação com as outras espécies, em todos os aspectos.


O veganismo é um movimento amplo que visa a emancipação de seres sencientes (capazes de sentir e experimentar dor), e expande a sua forma de atuação para além da comida. Por isso, não deve ser encarado apenas como uma dieta.


Veganismo e amor: artista alemã defende fim do consumo de animais



Ajude a Apipa quitar sua conta de água

Valor: R$ 940 / Vencimento: 18 de setembro

Mais informações - Instagram


Compre na Apipa: Pipoca, o macaquinho que não sabia pular


Superlotação e falta de recursos: Apipa pede ajuda urgente


Crise financeira: Apipa pede ajuda para não fechar abrigo


URGENTE! Apipa pede ajuda para manter abrigo


URGENTE-DOE RAÇÃO! Animais da Apipa pedem comida


Neste 2022, vote consciente, vote pelos animais!


Em ano eleitoral, muitos candidatos se apresentam como defensores dos animais, com o intuito de conseguir votos. O eleitor precisa ficar atento para não ser enganado por políticos oportunistas, sabendo identificar os candidatos verdadeiramente comprometidos com a causa animal. Fique alerta!


Eleições 2022: escolha o candidato certo e vote pelos animais


Compre produtos da APIPA para presentear seu pet


Parceria do 'Adote Petz' com a Apipa em Teresina


Campanha: coleta de doações para o abrigo da Apipa

Mais informações no Instagram


Milteforan™: cãozinho precisa da medicação com urgência


ANIMAIS VIVENCIAM INSEGURANÇA ALIMENTAR - VEJA COMO AJUDAR


Ajude! Animais da Apipa sofrem efeitos nefastos de crise financeira


Faça um gesto de amor pelos animais da Apipa


CONTA BANCÁRIA DA APIPA PARA DOAÇÕES CNPJ: 10.216.609/0001-56


Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Chave Pix: apipa.bbrasil@gmail.com


Amor & Patinhas: ação incentiva adoção de animais carentes


Rabito: cãozinho com carcinoma pede ajuda para cirurgia


Ajude o Cabo Queiroz: gatinho internado com o fêmur fraturado


Ajude o Gerald! Gatinho pede apoio para tratamento de câncer


Ajude salvar o Zeca! Cãozinho com erliquiose em estado grave


Stallone: cãozinho vítima de crueldade pede ajuda


Ajude a Apipa - situação de emergência

Doe RAÇÃO URGENTE: estoque de alimentos novamente zerado no abrigo

S.O.S APIPA: falta RAÇÃO para os CÃES e GATOS do abrigo


Natal Sem Fome: falta ração para os animais da Apipa


Neste Natal, apadrinhe uma castração na Apipa


Dívida paga: Apipa agradece apoio recebido na Campanha Livro de Ouro


Ajude! Apipa vivencia maior crise de escassez de recursos


Ajude! Apipa tenta contornar os efeitos devastadores da crise


Lennon: gatinho com necessidades especiais precisa de apoio


Solidarize-se com os animais da APIPA

Solidarize-se com os cães e gatos carentes assistidos pela APIPA. O nosso centro de acolhimento está sempre superlotado, operando com o dobro de sua capacidade, sendo necessário que se faça coletas diárias de doações de ração, material de limpeza, medicamentos veterinários e jornais. Um dia de consumo de ração no abrigo equivale a 25 kg para os cães adultos e entre 12 e 15 kg para os gatos, sem contar os filhotes. Para fazer a higienização do abrigo, usamos diariamente 5 litros de desinfetante e 5 litros de detergente, além de muito saco de lixo, esponjas, vassouras e rodos. O amigo interessado em ajudar pode entregar os donativos diretamente na sede da Entidade, ou ainda, se preferir, fazer as doações em dinheiro por meio de depósitos bancários (contas abaixo).

Devido à pandemia, as visitas ao abrigo da APIPA sofreram algumas restrições, sendo agora necessário que o visitante faça prévio agendamento por meio do Instagram.Castrar é preciso: apadrinhe uma castração no abrigo da APIPAGuarda Responsável de Animais: assumindo uma vida

Como ajudar a APIPA

Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos! ➥ Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemiaPandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações) CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Pix: apipa.bbrasil@gmail.com

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0 Pix: apipa.cef@gmail.com

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Com informações do Terra