top of page

Teresa Britto denuncia crime ambiental em Cajueiro da Praia

Atualizado: 9 de mar. de 2022

Teresa Britto cobra providências dos órgãos competentes para coibir crime de degradação ambiental no entorno da lagoa na comunidade Laguna de Santana, uma área de conservação permanente situada em Cajueiro da Praia, litoral do Piauí.


Os descartes inadequados do lixo constituem um problema ambiental grave que precisam ser denunciados e coibidos. (Imagens: TV Assembleia / YouTube)

A deputada estadual Teresa Britto (PV) denuncia a ocorrência de uma situação de degradação ambiental na região da Laguna de Santana, situada no município de Cajueiro da Praia, litoral do Piauí. De acordo com a parlamentar, tem havido despejo irregular de lixo nos arredores da lagoa, que é uma área de preservação ambiental e ponto turístico no Norte do Estado.


A parlamentar destaca que além dos graves impactos ambientais, a situação tem provocado prejuízos econômicos aos moradores da região. “Trata-se de uma área de conservação permanente que abriga peixes, crustáceos, aves e outros animais. Infelizmente, estão transformando um dos lados dessa lagoa em lixão. É daquela região que parte da população garante o seu sustento. É um grave crime ambiental o que está acontecendo”, denunciou.


Teresa Britto fala à reportagem da TV Assembleia (vídeo)



Teresa Britto afirmou ainda que vai acionar os órgãos competentes por meio da Assembleia Legislativa do Estado (Alepi) para que sejam tomadas providências para evitar o despejo de resíduos sólidos nas proximidades da Laguna de Santana. “Já estamos acionando os órgãos competentes como o Ministério Público do Estado, o Ministério Público Federal, a Prefeitura e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente para que tomem providências para que haja a proibição definitiva do despejo de lixo. A Laguna é de todos nós. Ela é um paraíso ecológico que deve ser preservado”, alertou.


Veja imagens aéreas do local que compreende a lagoa em Laguna de Santana (vídeo)



O descarte inadequado do lixo é um problema comum na maioria das cidades brasileiras, já que a quantidade de resíduos que é descartada no meio ambiente vem a aumentando a cada ano. De acordo com informações divulgadas pela Associação Brasileiras das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), a quantidade de lixo destinados a aterros controlados e lixões no Brasil cresceu cerca de 16% entre os anos de 2010 e 2019, passando de 25 milhões de toneladas por ano para pouco mais 29 milhões.


Vale destacar que o descarte de lixo em locais inapropriados e não autorizados é crime previsto na Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais), que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. Quando o descarte de resíduos é praticado em áreas de preservação ambiental, o crime se torna ainda mais grave, acarretando sansões penais mais severas ao infrator.


Denunciar os crimes ambientais é um dever de todo cidadão. Seja consciente e denuncie as práticas lesivas ao meio ambiente.


 




Faça um gesto de amor pelos animais da Apipa


CONTA BANCÁRIA DA APIPA PARA DOAÇÕES CNPJ: 10.216.609/0001-56


Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Chave Pix: apipa.bbrasil@gmail.com









Ajude a Apipa - situação de emergência












Produtos APIPA® - Promoção Especial


PROMOÇÃO INCRÍVEL - CAMISAS POR R$ 45


Cadelinha Érica quer ser adotada - ajude realizar a castração.







Solidarize-se com os animais da APIPA

Solidarize-se com os cães e gatos carentes assistidos pela APIPA. O nosso centro de acolhimento está sempre superlotado, operando com o dobro de sua capacidade, sendo necessário que se faça coletas diárias de doações de ração, material de limpeza, medicamentos veterinários e jornais. Um dia de consumo de ração no abrigo equivale a 25 kg para os cães adultos e entre 12 e 15 kg para os gatos, sem contar os filhotes. Para fazer a higienização do abrigo, usamos diariamente 5 litros de desinfetante e 5 litros de detergente, além de muito saco de lixo, esponjas, vassouras e rodos. O amigo interessado em ajudar pode entregar os donativos diretamente na sede da Entidade, ou ainda, se preferir, fazer as doações em dinheiro por meio de depósitos bancários (contas abaixo). A protetora Isabel Moura, que é uma das fundadoras e membro da atual diretoria executiva da APIPA, fala um pouco sobre a importância da adoção de animais carentes e o trabalho que a Entidade desenvolve na reabilitação de cães e gatos resgatados em situação de maus-tratos e abandono (vídeo).


Devido à pandemia, as visitas ao abrigo da APIPA sofreram algumas restrições, sendo agora necessário que o visitante faça prévio agendamento por meio do Instagram.

Como ajudar a APIPA

Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos! Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemia Pandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo Faça a sua doação de ração para cães e gatos: Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações) CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Pix: apipa.bbrasil@gmail.com

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0 Pix: apipa.cef@gmail.com

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Com informações da Alepi

bottom of page