top of page

Pré-candidato a governador discute causa animal na Apipa

Atualizado: 10 de mai. de 2022

O pré-candidato Rafael Fonteles (PT) falou sobre as políticas públicas que pretende executar em prol dos animais, caso seja eleito governador do Piauí. O encontro com defensores e protetores da causa animal foi realizado na sede da Apipa, na quarta-feira (4), e contou com a presença do ex-governador Wellington Dias e parlamentares defensores da causa.


Nestas eleições, vote consciente. Faça um gesto de amor pelos animais. (Foto: Alysson Dinis)

O pré-candidato a governador pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Rafael Fonteles, participou, nesta quarta-feira (04), de um encontro com defensores e protetores da causa animal no Piauí. A reunião, que aconteceu na sede da Apipa (Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais), faz parte de uma série de eventos que estão sendo realizados para discutir com segmentos específicos da sociedade, temas relevantes para a implementação do seu plano de governo.


Fonteles, que chegou à sede da Apipa com as suas duas cadelas de estimação, abordou as políticas públicas que pretende executar em prol dos animais à frente do governo do Estado, caso eleito. Em destaque, a implantação de um hospital veterinário público, medidas que viabilizem o controle de natalidade de cães e gatos, como também a criação de uma coordenadoria da causa animal dentro da Secretaria de Meio Ambiente. “São ideias que estão sendo discutidas com a equipe, mas queremos ouvir quem entende do assunto, quem atua diretamente na causa. Somente com a participação dos protetores dos animais conseguiremos fazer um plano coeso e viável, que atenda as necessidades e garanta o bem-estar dos nossos bichinhos”, afirmou o pré-candidato. O ex-governador Wellington Dias, pré-candidato ao Senado, também participou do evento.


Fotos: Alysson Dinis


"Tivemos um bate-papo super importante na Apipa sobre a causa animal. Conversamos com protetores e defensores dos animais sobre os problemas que enfrentam e o que mais precisam e anseiam para dar mais eficácia ao belíssimo trabalho que realizam em defesa dos bichos. A nossa atenção está voltada para os diversos setores da sociedade, com a importância que merecem, para aplicarmos as políticas públicas que funcionam com eficiência. A reunião na Apipa teve esse propósito - ouvir quem trabalha e convive com essa causa tão sensível e humana, para entender mais a pauta e firmar o compromisso de incluir no nosso projeto as medidas e ações adequadas ao tema", postou Rafael Fonteles no Instragram.


A protetora Isabel Moura, coordenadora da Apipa, explica que as principais necessidades são a criação de um abrigo para o atendimento veterinário e castração, implantação de pequenas UPAs veterinárias distribuídas nas quatro zonas de Teresina para vacinação e oferta de medicamentos, além de uma solução definitiva para a questão da exploração de animais que são submetidos a trabalhos forçados (tração animal). “Ficamos felizes e esperançosos de ver o interesse de um pré-candidato pela causa animal, que tanto precisa de ajuda. É importante que os protetores em geral, tanto os individuais quanto os representantes de abrigo, dialoguem com governo e município para que políticas públicas eficazes sejam implantadas em defesa dos animais. É o que estamos fazendo hoje e é mais um grande passo”, pontuou a protetora.


Já o protetor Fernando Machado, fundador e presidente da Associação de Proteção Animal Lar do Nando, enfatiza que é importante a implantação de chips nos animais de estimação, um método para prevenir o abandono e multar quem deixa os animais na rua. “É uma forma barata e eficaz de identificação de um animal, que vai regular a questão do abandono. É uma forma de fazer com que os donos mantenham os cuidados do seu bichinho. Além disso, a castração é fundamental e pode ser feita por meio de um 'castramóvel' ou em parcerias com clínicas veterinárias. Acreditamos que as políticas públicas são a melhor maneira de assegurar os direitos dos animais, e apoiamos as iniciativas que chegam”, mostra o protetor.


Atualmente, apenas na Apipa, são cerca de 76 cachorros e 150 gatos acolhidos. O abrigo conta com um ambulatório, construído em 2017 pelo ex-governador Wellington Dias. O abrigo Lar do Nando, por sua vez, assiste cerca de 250 animais, dentre cachorros, gatos e jumentos. “O objetivo agora é assumir esse compromisso do pré-candidato Rafael Fonteles com todo esse time, na direção de avançar também com a proteção, cuidados e atenção aos animais. Toda vida importa”, atentou Wellington Dias, pré-candidato do PT ao Senado.


A deputada estadual Teresa Britto (PV) também participou do encontro na sede da Apipa e ressaltou a importância do evento, nesta quarta-feira (04), em sessão ordinária na Alepi. A parlamentar, que uma guerreira defensora da causa animal, afirmou que vai requerer a criação da Secretaria Estadual de Proteção aos Animais do Piauí.


A reunião ainda contou com a participação do deputado estadual Fábio Novo (PT), que também é um defensor dos direitos animais e do meio ambiente. Como parlamentar, Fábio vem dando uma relevante contribuição para fortalecer a causa animal no Piauí. Em rede social, o Deputado destacou a reunião em que participou com representantes de ONGs e instituições que atuam na defesa dos animais, realizada na sede da Apipa. "O nosso pré-candidato a governador, Rafael Fonteles, ouviu os problemas e as reivindicações apresentadas, que vão ajudar na construção do seu plano de governo. O nosso pré-candidato ao Senado, o ex-governador Wellington Dias, também participou. Um momento muito importante pra quem se dedica ao cuidado e defesa dos animais no Piauí. É através do diálogo que podemos construir propostas possíveis, que façam a diferença", postou o deputado Fábio Novo.


Fotos: @fabionuneznovo


Fabio Novo se diz um defensor dos animais feliz em abraçar a causa, e recorda: "no início deste ano conseguimos destinar emenda de R$ 100 mil para aquisição de equipamentos do ambulatório da Apipa. Um sonho realizado!", finalizou o Deputado.





 

Pessoal, ajude! A Apipa corre o risco de ficar sem abastecimento de água no abrigo.

 

Neste 2022, vote consciente, vote pelos animais!


Em ano eleitoral, muitos candidatos se apresentam como defensores dos animais, com o intuito de conseguir votos. O eleitor precisa ficar atento para não ser enganado por políticos oportunistas, sabendo identificar os candidatos verdadeiramente comprometidos com a causa animal. Fique alerta!




Faça um gesto de amor pelos animais da Apipa


CONTA BANCÁRIA DA APIPA PARA DOAÇÕES CNPJ: 10.216.609/0001-56


Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Chave Pix: apipa.bbrasil@gmail.com









Ajude a Apipa - situação de emergência









Solidarize-se com os animais da APIPA

Solidarize-se com os cães e gatos carentes assistidos pela APIPA. O nosso centro de acolhimento está sempre superlotado, operando com o dobro de sua capacidade, sendo necessário que se faça coletas diárias de doações de ração, material de limpeza, medicamentos veterinários e jornais. Um dia de consumo de ração no abrigo equivale a 25 kg para os cães adultos e entre 12 e 15 kg para os gatos, sem contar os filhotes. Para fazer a higienização do abrigo, usamos diariamente 5 litros de desinfetante e 5 litros de detergente, além de muito saco de lixo, esponjas, vassouras e rodos. O amigo interessado em ajudar pode entregar os donativos diretamente na sede da Entidade, ou ainda, se preferir, fazer as doações em dinheiro por meio de depósitos bancários (contas abaixo). A protetora Isabel Moura, que é uma das fundadoras e membro da atual diretoria executiva da APIPA, fala um pouco sobre a importância da adoção de animais carentes e o trabalho que a Entidade desenvolve na reabilitação de cães e gatos resgatados em situação de maus-tratos e abandono (vídeo).


Devido à pandemia, as visitas ao abrigo da APIPA sofreram algumas restrições, sendo agora necessário que o visitante faça prévio agendamento por meio do Instagram. Castrar é preciso: apadrinhe uma castração no abrigo da APIPA Guarda Responsável de Animais: assumindo uma vida

Como ajudar a APIPA

Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos! Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemia Pandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações) CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Pix: apipa.bbrasil@gmail.com

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0 Pix: apipa.cef@gmail.com

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Com informações do Meionorte.com

Comments


bottom of page