• Apipa

Pandemia: protetora fica impedida de trabalhar e pede ajuda em Teresina

Sem ter como trabalhar e temendo ser despejada de imóvel em Teresina, a faxineira Maria de Jesus, que é protetora de animais, busca abrigo para os cães e gatos resgatados do abandono, agora sob sua tutela. Entidades e protetores formam rede de solidariedade a fim de ajudá-la.

Protetora temia ter que levar os seus já tão sofridos bichinhos para morar na rua novamente. (Foto: Otilina Duailibi)

Uma rede de solidariedade se formou em Teresina para ajudar a protetora de animais Maria de Jesus, 51 anos, depois de um comovente pedido de socorro. Temendo ser despejada de imóvel, Maria pede abrigo para os cães e gatos sob sua guarda, já que não tinha mais como pagar o aluguel. Seu medo era que os animais sofressem violência, sem terem onde morar.


"Ela se preocupou com os animais, pediu principalmente que levassem o filhote de cachorro que ela tem, porque tinha medo de ele ser agredido, de eles serem machucados", contou Otilina Duailibi, protetora de animais e amiga de Maria de Jesus.


Otilina diz que as duas se conheceram ajudando animais de rua, há alguns anos. Desde então, elas atuavam juntas alimentando animais abandonados e resgatando bichos machucados. Sem familiares no Piauí, Maria de Jesus tem como companhia seus bichinhos de estimação, que são prioridade em sua vida.


"Ela está sem fogão, sem geladeira, porque um gato adoeceu e ela vendeu tudo para cuidar deles. Se ela não tem dinheiro para se alimentar e alimentar os animais, ela tira da comida dela para comprar ração. Tem um coração enorme", disse Otilina.


Maria de Jesus vendeu até o fogão para pagar tratamento de um gatinho. (Foto: Otilina Duailibi)

Guarda Responsável de Animais: assumindo uma vida


Pandemia


A pandemia complicou ainda mais a situação da protetora Maria de Jesus. Tendo que trabalhar como faxineira para sobreviver e prover o sustento dos bichinhos sob sua tutela, ela viu a sua condição financeira ficar pior a cada dia com a propagação da Covid-19 e o consequente isolamento social. Daí, após três meses de quarentena, não teve mais como pagar o aluguel. Desesperada, decidiu pedir a ajuda da amiga Otilina.


O que será dos pets quando a quarentena acabar?


Rede de solidariedade


Com a mobilização da amiga Otilina, vários grupos de protetores de animais e entidades da capital, como a Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (APIPA), Protetores de Patinhas, Quatro Mãos Quatro Patas e alguns protetores independentes iniciaram uma ação de solidariedade para ajudar a protetora Maria de Jesus.


Se você também se comoveu a situação desta protetora de animais e deseja oferecer o seu apoio, pedimos que faça contato com essas instituições e protetores mediante as redes sociais ou falando diretamente com a protetora Otilina Duailibi, por meio do WhatsApp 86 98885-0506.


Otilina informa que já foi conseguido alguma ajuda, acrescentando também que se pretende até adquirir uma casa para que Maria de Jesus não precise mais pagar aluguel. "Ela já ganhou bastante coisa, inclusive a geladeira e o fogão, que ela ainda vai receber. As pessoas também se juntaram para pagar o aluguel e outras ajudas. Ela tem o coração muito bom, as pessoas viram isso e decidiram ajudar", finaliza.


Pandemia: APIPA suspende temporariamente adoções e visitas


Ajude a APIPA quitar dívidas pendentes em clínica veterinária


Como ajudar a APIPA


Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos!


Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemia


Pandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo


Faça a sua doação de ração para cães e gatos:

Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos


CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações)


CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Abandono de animais aumenta e APIPA pede ajuda em Teresina


AJUDE os animais carentes do abrigo da APIPA


Com informações da TV Clube

APIPA® - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE PROTEÇÃO E AMOR AOS ANIMAIS

CNPJ: 10.216.609/0001-56

BANCO DO BRASIL
Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

BANCO SANTANDER
Ag: 4326 / CC: 13000087-4

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

contato.apipa@gmail.com

Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai - Bairro Uruguai (6 quadras após a UNINOVAFAPI)

Teresina, PI - CEP 64073-167

COPYRIGHT © 2018

Site criado pela Pix Marketing Digital

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon