top of page

Natal Animal: protetora luta para alimentar cães abandonados no RS

Por todo o país, entidades e protetores independentes enfrentam severas dificuldades na realização de seu trabalho de assistência aos animais carentes. Veja o relato da protetora Adriane, da cidade de Esteio (RS), que vem percebendo uma gradual redução nas doações de alimentos que arrecada para os cães abandonados que acompanha. Em Teresina, situação da Apipa é preocupante.

Além de todas as dificuldades para fazer a coleta de alimentos para saciar a fome de animais carentes, protetores ainda têm de conviver com as condenáveis situações de abandono, recorrentes nos períodos de festas e férias. (Foto: André Ávila / Agencia RBS)

Desde a infância, a moradora do Centro de Esteio (RS), Adriane Pereira, 45 anos, convive com os animais. Ela diz que devido a esse contato, ao longo da vida, sempre esteve em sua rotina o cuidado e acolhimento a cães abandonados. Pensando em melhorar a coleta de ração, com a chegada do mês de dezembro, a protetora lançou a edição deste ano da campanha Natal Animal, que busca doações de ração para alimentar os mais de 30 animais que acompanha diariamente em seu trabalho assistencial.


A relação de Adriane com os bichos veio por influência de sua mãe, Diva Pinto, que também se dedica à causa animal. Foi assim que se apaixonou pelo trabalho e passou a atuar como protetora independente. Ela mantém 15 cães em sua casa. Todos foram resgatados das ruas.


Por serem idosos e necessitarem de cuidados especiais, não conseguiu adotantes. Além destes, ajuda outros 25 cachorros comunitários que vivem nas ruas de seu bairro.


Desafios


A protetora gasta, em média, 600 quilos de ração por mês. Sobre os animais de rua que ajuda, ela conta que costuma haver períodos em que fica sem alimento para oferecer a eles. Outros moradores do bairro acabam apoiando, mas ela se preocupa, pois não sabe se, nestes momentos, todos os bichos conseguem comer.


Por não ter estrutura física em casa nem condições financeiras para acolher mais animais, sua atuação se divide em buscar doações de ração para eles, alimentá-los e procurar por pessoas interessadas em adotá-los.


Ao longo de todo o ano, Adriane aproveita datas comemorativas para realizar campanhas. Em agosto, por exemplo, ela fez do mês de seu aniversário uma ação para os animais, também pedindo alimentos para eles. Agora, seu foco é o Natal.


"A pandemia tem sido um momento bem difícil para nós, protetores que dependem das doações. Não estamos conseguindo, e o abandono aumentou", comenta Adriane, ao explicar que tem recebido pouca ajuda nos últimos meses.


Férias e abandono


Nas edições passadas da campanha Natal Animal, antes da pandemia, a protetora costumava marcar um dia específico para receber as doações, mas, neste ano, está fazendo diferente. A campanha se estenderá até o final de dezembro, e os interessados podem doar diretamente nos pontos que coletam doações para a sua ação na cidade de Esteio ou enviar valores em dinheiro para Adriane. Até o momento, a iniciativa não teve muita adesão.


A protetora finaliza falando que, com a aproximação do verão, a preocupação é maior. É que, conforme relata Adriane, com a chegada da estação e o período de férias, costuma ser comum as famílias abandonarem seus animais. Assim, o trabalho tende a aumentar.


Em Teresina, situação da Apipa é preocupante


A Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (APIPA) vivencia um período natalino de extrema escassez de alimentos, tenebrosa condição que vem colocando em risco o bem-estar dos cerca de 250 cães e gatos carentes acolhidos em seu abrigo. Animais enfrentam permanente situação de insegurança alimentar, já que não se consegue estocar ração em quantidade suficiente para garantir a alimentação dos bichinhos ao longo dos dias. Veja mais informações - link abaixo:



 

Você também é solidário ao sofrimento de animais carentes? Faça a sua doação à Apipa!


Conta da Apipa para doações

CNPJ: 10.216.609/0001-56


Banco do Brasil

Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

Chave Pix: apipa.bbrasil@gmail.com

 










Ajude a Apipa - situação de emergência


Produtos APIPA® - Promoção Especial


PROMOÇÃO INCRÍVEL - CAMISAS POR R$ 45


Cadelinha Érica quer ser adotada - ajude realizar a castração.







Solidarize-se com os animais da APIPA

Solidarize-se com os cães e gatos carentes assistidos pela APIPA. O nosso centro de acolhimento está sempre superlotado, operando com o dobro de sua capacidade, sendo necessário que se faça coletas diárias de doações de ração, material de limpeza, medicamentos veterinários e jornais. Um dia de consumo de ração no abrigo equivale a 25 kg para os cães adultos e entre 12 e 15 kg para os gatos, sem contar os filhotes. Para fazer a higienização do abrigo, usamos diariamente 5 litros de desinfetante e 5 litros de detergente, além de muito saco de lixo, esponjas, vassouras e rodos. O amigo interessado em ajudar pode entregar os donativos diretamente na sede da Entidade, ou ainda, se preferir, fazer as doações em dinheiro por meio de depósitos bancários (contas abaixo). A protetora Isabel Moura, que é uma das fundadoras e membro da atual diretoria executiva da APIPA, fala um pouco sobre a importância da adoção de animais carentes e o trabalho que a Entidade desenvolve na reabilitação de cães e gatos resgatados em situação de maus-tratos e abandono (vídeo).


Devido à pandemia, as visitas ao abrigo da APIPA sofreram algumas restrições, sendo agora necessário que o visitante faça prévio agendamento por meio do Instagram.

Como ajudar a APIPA

Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos! Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemia Pandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo Faça a sua doação de ração para cães e gatos: Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações) CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Pix: apipa.bbrasil@gmail.com

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0 Pix: apipa.cef@gmail.com

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Com informações do Diário Gaúcho

Bình luận


bottom of page