• Apipa

Importância da castração precoce em cães e gatos

Atualizado: Mai 3

A castração aparece como a forma mais eficaz de prevenir e controlar importantes doenças, tais como: tumores, infecções, displasia, epilepsia, hemofilia, doenças venéreas, etc.

A castração dos animais de companhia é a base de um bom plano de medicina preventiva, pois propicia diversas vantagens para o animal, especialmente se for realizada numa fase precoce da vida. Além de prevenir diversas doenças, tem efeito direto comprovado na longevidade e melhoria da qualidade de vida de cães e gatos. (Foto: HVA)

A esterilização precoce é realizada antes de o animal alcançar sua maturidade sexual. Apesar da polêmica que provoca entre os tutores de bichos de estimação, esse procedimento mostra-se bastante eficaz no combate à superpopulação de cães de rua, sendo também determinante na prevenção e controle de muitas doenças degenerativas.


Vamos conhecer um pouco mais sobre a esterilização?



A esterilização ou castração é uma intervenção cirúrgica com a finalidade de retirar os órgãos sexuais de machos e fêmeas. Dos machos são retirados os testículos, enquanto que, nas fêmeas, são retirados os ovários e o útero. Consiste em um procedimento rápido realizado com o auxílio de anestesia geral.


É óbvio que sua finalidade mais concreta e evidente é permitir o controle reprodutivo dos animais. Isso é fundamental para prevenir a superpopulação animais de rua (sem tutor) e para combater as práticas de abuso e abandono. Na verdade, em muitos países, as campanhas em massa de esterilização gratuita resultaram muito positivas.


Além disso, temos que levar em consideração que a castração aparece como a forma mais eficaz para prevenir e controlar importantes doenças como tumores, infecções, displasia, epilepsia, hemofilia, doenças sexualmente transmissíveis, etc. Principalmente, quando o tutor opta pela esterilização precoce do seu bicho de estimação.


Muitas vezes, o motivo da castração não é biológico e nem fisiológico, mas sim o comportamento do animal. Uma grande quantidade de bichos de estimação deve ser esterilizada para equilibrar seu temperamento e diminuir o risco de ele apresentar comportamentos agressivos. A esterilização precoce também ajuda a prevenir o aparecimento desses comportamentos, entre outros benefícios.


O que é a esterilização precoce?


A esterilização antecipada ou precoce deve ser realizada antes da maturidade sexual do animal, que acontece entre seis e oito meses de vida. A idade exata sugerida não varia muito, estando mais de acordo com o estado de saúde de cada bicho de estimação. Normalmente, realiza-se entre os três e os quatro meses em gatos e cães, sejam eles machos ou fêmeas.


O procedimento começou a ser realizado depois que foram feitos estudos com muitas fêmeas de rua, que engravidavam antes dos seis meses de vida. Atualmente, um grande número de veterinários já considera a castração precoce como o melhor método para prevenir e controlar a superpopulação de rua.



Outra vantagem para os filhotes é que eles precisam de menores doses de anestésicos e sedativos. Essa pequena quantidade faz com que sua recuperação seja mais rápida e eficaz. Os filhotes podem brincar normalmente horas depois da cirurgia. Além disso, na contramão das antigas crenças populares, o tamanho dos órgãos não dificulta ou prejudica a operação.


Benefícios da esterilização precoce


As fêmeas deixam de experimentar mudanças hormonais radicais no período de cio e, também, evita-se as chamadas gestações psicológicas. Isso significa que nosso bicho de estimação ficará mais calmo, deixará de atrair outros machos e não vai sujar a casa.


Os machos diminuirão consideravelmente a necessidade de fugir para marcar território alheio ou para perseguir as fêmeas durante o cio.


A maioria dos cães e gatos castrados precocemente tornam-se mais carinhosos e menos ariscos ao longo de toda a vida.


A esterilização precoce costuma favorecer o adestramento e a socialização de nossos bichos de estimação.


As fêmeas não esterilizadas têm três vezes mais risco de sofrer de câncer de ovário, mama e útero do que as fêmeas esterilizadas em tenra idade. O mesmo vale para os machos em relação ao câncer de próstata.


Mitos sobre a esterilização precoce de bichos de estimação


Existem muitos mitos sobre os efeitos negativos da castração precoce de bichos de estimação. Os relatos das desvantagens são muito raros e não são justificativas para expor o animal a riscos reais como doenças degenerativas ou terminais.


É um mito, por exemplo, dizer que todo bicho de estimação castrado desenvolve obesidade ou sobrepeso. É verdade sim dizer que existe uma tendência ao ganho de peso depois da operação. No entanto, é algo perfeitamente controlável quando se adota hábitos saudáveis, como uma dieta equilibrada e a prática regular de exercícios físicos.


O maior risco da castração está em realizar a cirurgia tarde demais. O animal idoso submetido a uma esterilização pode apresentar diversas complicações. É muito importante considerar a idade do bichinho para avaliar os benefícios da esterilização (precoce) para a saúde e o bem-estar de nossos mais leais companheiros.


Vale a pena lembrar que este é um procedimento cirúrgico, devendo ser realizado por médico-veterinário em ambiente apropriado, hospital ou clínica veterinária. Além disso, a esterilização precoce de maneira alguma diminui a necessidade de um bom adestramento e de um adequado processo de socialização.


Com informações de Meus Animais

APIPA® - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE PROTEÇÃO E AMOR AOS ANIMAIS

CNPJ: 10.216.609/0001-56

BANCO DO BRASIL
Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

BANCO SANTANDER
Ag: 4326 / CC: 13000087-4

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

contato.apipa@gmail.com

Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai - Bairro Uruguai (6 quadras após a UNINOVAFAPI)

Teresina, PI - CEP 64073-167

COPYRIGHT © 2018

Site criado pela Pix Marketing Digital

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon