top of page

Entenda a importância da convivência entre crianças e pets

A relação entre pet e os pequenos aumenta a autoestima, ajuda a criar um senso de responsabilidade, combate o sedentarismo, além de outras vantagens para ambos.

A convivência de crianças com os animais de estimação resulta em diversos benefícios. É importante que se diga, uma criança precisa estar devidamente conscientizada acerca das responsabilidades que envolvem a adoção de um pet. (Foto: PetLove)

Quando uma criança passa a conviver e interagir com um animal de estimação, ganha com ele um fiel companheiro e uma série de outros benefícios. Os pets animam o ambiente, fazem companhia, ajudam a diminuir a ansiedade e estimulam o desenvolvimento emocional e intelectual das crianças.


As estatísticas mostram que as crianças que convivem com cães aprendem a falar mais rápido do que as que não têm tal privilégio. Muitas vezes, o nome do animal é a primeira palavra que se aprende a dizer. O convívio estimula a sociabilidade, colabora com o desenvolvimento cognitivo e ajuda no equilíbrio, pois o pet estimula a criança a correr pela casa.


Há diversos estudos que comprovam que, ao acariciar um cachorro, o corpo produz endorfinas, que reduz a ansiedade. Para os adultos, cuidar de uma criança e de um pet pode ser um desafio e tanto, mas as vantagens, quando colocadas na balança, mostram que os benefícios da convivência superam o receio da bagunça.


São inúmeros os benefícios que os pets podem proporcionar às crianças. Aqui vamos abordar sete boas razões para estimular esta convivência.


1. Aumenta a autoestima


É comum notar o aumento da afetividade das crianças que convivem com cães, justamente porque os cachorros costumam ser carinhosos. Esse comportamento faz com que os pequenos se tornem também mais afetivos, o que contribui para o desenvolvimento e a melhora da autoestima.


Além disso, os cachorros aceitam as crianças como elas são, sem jamais julgá-las pela sua cor, temperamento ou alguma necessidade especial. É uma simples troca de amor e companhia.


2. Promove a união familiar


Com um novo habitante na casa, o animal se torna responsabilidade de todos os membros da família. As tarefas e cuidados com os cães ou gatos são compartilhadas e as crianças adoram participar, o que constrói um ambiente colaborativo e se fortalece a união familiar. O fato de ter que alimentar o pet, cuidar dele, faz com que eles também cresçam sendo mais responsáveis.


3. Combate o sedentarismo


Tem que correr! Ao levar o cachorro para passear ou sair procurando o gato pela casa, a criança vai gastar energia e fazer com que tenha uma vida menos sedentária. Mesmo que demandem apenas alguns minutos do dia, essas atividades contribuem para o bom desenvolvimento muscular e reduzem o risco de obesidade infantil.


4. Fortalece a imunidade


Um estudo realizado pelo Hospital Universitário Kuopio, na Finlândia, avaliou 397 crianças nascidas no hospital entre setembro de 2002 e maio de 2005 durante seus primeiros anos de vida. Na pesquisa, foi constatado que as crianças que tinham contato com cães desde cedo apresentavam menos infecções no ouvido, entupimento de nariz e tosse.


Outro estudo da Universidade da Suécia, com 650 mil crianças, apontou que as que convivem com cachorros em casa têm menor probabilidade de desenvolver asma. É claro que, se o pequeno for alérgico, é preciso consultar um pediatra, para saber se é boa ideia adotar um animal.


5. Estimula a sociabilidade


Outro benefício apontado por especialistas é o estímulo a atitudes mais positivas e a interação com as pessoas no dia a dia. Os pets, em geral, ajudam a desenvolver a solidariedade e prepara a criança para conviver com outras pessoas, especialmente no ambiente escolar.


6. Combate a ansiedade infantil


Uma pesquisa da Universidade da Flórida, com cerca de 100 famílias com cachorros, colocou alguns testes de fala e de lógica para as crianças. Elas foram escolhidas de forma aleatória para participar do estudo, na companhia de seus pais, pets ou sozinhos.


O resultado mostrou que as crianças que estavam com seus cães, no momento dos testes, se comportaram de maneira mais tranquila e apresentaram menores níveis de estresse ao responder às questões. A convivência faz ainda com que elas aproveitem mais o momento e se sintam menos solitárias.


7. A rotina fica mais divertida


Principalmente em tempos de isolamento, os pets podem ajudar de forma positiva a distrair e divertir as crianças. Ao brincar com um cachorro ou um gato, por exemplo, a criança passa a ficar mais tempo no quintal, no jardim, ou reunida com a família em diversos ambientes da casa. Com os brinquedos certos, é possível facilitar ainda mais esse convívio. As brincadeiras com os pets sempre garantem boas risadas.



Considerações importantes


ADOÇÃO É UM ATO DE AMOR. Adotar animais dos abrigos ou das ruas representa um ato de solidariedade e salva vidas. Quando adotamos um animalzinho carente, oferecemos ao bichinho uma chance de sobreviver e de desfrutar de uma vida feliz e saudável ao lado de alguém que se importa com ele. SEMPRE OPTE PELA ADOÇÃO - jamais os compre! Não seja conivente com o comércio cruel de vidas inocentes. NÃO FINANCIE A CRUELDADE!


Entenda a importância e os benefícios da adoção de animais de estimação (vídeo).




ADOÇÃO IMPLICA EM GRANDES RESPONSABILIDADES. Mesmo quando uma criança quer muito um animal de estimação, é necessário explicar-lhe que o bichinho é um ser vivo, falar sobre tudo que ele vai precisar e sobre as tarefas do dia a dia. Uma criança precisa estar devidamente conscientizada acerca das responsabilidades que envolvem a adoção de um pet, pois isto vai ensiná-la sobre escolhas e a ter consciência de suas obrigações e deveres.


Animais de estimação não devem ser tratados como brinquedo, um objeto que se usa e deixa de lado, que se esquece ou descarta. Nesta lógica, os animais são seres que precisam ser respeitados e jamais devem ser considerados como coisas que podem ser transformadas em presentes. Cuidar de cachorro ou de gato demanda responsabilidades diárias durante toda a vida do animal, com atenção, custos e laço afetivo. Eles merecem um lar com tutores que os queiram e os amem.












Solidarize-se com os animais da APIPA

Solidarize-se com os cães e gatos carentes assistidos pela APIPA. O nosso centro de acolhimento está sempre superlotado, operando com o dobro de sua capacidade, sendo necessário que se faça coletas diárias de doações de ração, material de limpeza, medicamentos veterinários e jornais. Um dia de consumo de ração no abrigo equivale a 25 kg para os cães adultos e entre 12 e 15 kg para os gatos, sem contar os filhotes. Para fazer a higienização do abrigo, usamos diariamente 5 litros de desinfetante e 5 litros de detergente, além de muito saco de lixo, esponjas, vassouras e rodos. O amigo interessado em ajudar pode entregar os donativos diretamente na sede da Entidade, ou ainda, se preferir, fazer as doações em dinheiro por meio de depósitos bancários (contas abaixo).


Feliz Aniversário! APIPA congratula a protetora Temis pelos seus 80 anos A protetora Isabel Moura, que é uma das fundadoras e membro da atual diretoria executiva da APIPA, fala um pouco sobre a importância da adoção de animais carentes e o trabalho que a Entidade desenvolve na reabilitação de cães e gatos resgatados em situação de maus-tratos e abandono (vídeo).


Devido à pandemia, as visitas ao abrigo da APIPA sofreram algumas restrições, sendo agora necessário que o visitante faça prévio agendamento por meio do Instagram.

Como ajudar a APIPA

Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos! Ajude! APIPA pede que as doações continuem durante pandemia Pandemia: APIPA sofre com redução de 70% nas DOAÇÕES ao abrigo Faça a sua doação de ração para cães e gatos: Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações) CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Pix: apipa.bbrasil@gmail.com

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0 Pix: apipa.cef@gmail.com

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Com informações do Canal do Pet

Comments


bottom of page