top of page

Diga NÃO ao PL 318/2021: proposta quer transformar exploração animal em 'patrimônio cultural'

Projeto de Lei do deputado federal Paulo Bengtson (PTB/PA), da bancada ruralista, que pretende transformar a exploração animal em 'patrimônio cultural do Brasil', está em consulta popular por meio de enquete na Câmara dos Deputados. Convocamos os cidadãos brasileiros a participarem VOTANDO CONTRA a proposta.

Na página da enquete, escolha a opção 'DISCORDO TOTALMENTE', posicionando-se CONTRA o nefasto PL 318/2021. (Foto: Depositphoto@aetb)

O Projeto de Lei 318/2021, de autoria do deputado federal Paulo Bengtson (PTB/PA), pretende que a prática de “criação de animais” para atividades como vaquejadas, rodeios e a sua “utilização para os mais diversos fins” seja reconhecida como “Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil”. Veja vídeo do Portal Veg.



“Hoje em dia, a atividade de criação de animais, a despeito de toda a tecnologia desenvolvida, ainda é de grande importância, tanto no Brasil como no mundo, não apenas para o sustento direto de milhares de famílias que vivem da agricultura e pecuária de subsistência, como também e, principalmente, como base econômica de grandes mercados que geram empregos, bens, serviços e receita tributária”, afirma o deputado, que faz parte da chamada Frente Parlamentar Agropecuária, bancada ruralista, para justificar a proposta.


“Este projeto é uma grande ameaça à nossa fauna, pois visa atender apenas os interesses dos criadores de animais. O projeto é uma falácia. Em seu texto podemos observar inúmeras atrocidades ao bem-estar dos animais. Não se engane. Eles visam apenas o lucro e a exploração. Animais não humanos não podem ser patrimônio de ninguém! Eles são indivíduos e devem ser respeitados”, alerta a organização Fórum Animal.



Para a nutricionista e ativista vegana Alessandra Luglio, o projeto legitima “a objetificação e exploração de animais como algo ‘bom’ para a sociedade. A detenção e procriação de animais silvestres que hoje é proibida será incentivada. Já não chega os tais ‘animais da pecuária’ exaustivamente explorados, os animais para entretenimento, para tração, para testes, enfim, chega”.


“Com este projeto aprovado ficará muito mais difícil no futuro a sociedade mudar regras ou estabelecer possíveis proibições nessa área”, alerta à jornalista Suzana Camargo, do site Conexão Planeta.


Segundo Maurício Forlani, gerente de pesquisas da Ampara Silvestre, o PL, se aprovado, pode trazer ferramentas que vão favorecer a criação e a exploração de animais no Brasil.


“Este PL inclui desde o cachorrinho, aquelas cadelas que chegam a ter três ou quatro ninhadas por ano e aves que são mantidas em gaiolas para reprodução, até gado e porcos mantidos em espaços ínfimos, sem conseguir se mexer. Este é o patrimônio cultural que o brasileiro quer para sua sociedade? Esta é a pergunta. A relação com os animais é linda, mas o que está neste projeto é um sistema comercial e não uma relação positiva que o homem pode ter com os animais.”



Consulta popular na Câmara dos Deputados


O projeto está em consulta popular por meio de enquete na Câmara dos Deputados. Até o fechamento desta matéria, 51% das pessoas votaram em 'Discordo totalmente', enquanto 49% votaram em 'Concordo totalmente'. Convocamos os cidadãos brasileiros a participarem VOTANDO CONTRA esta indecorosa proposta da bancada ruralista.


Caro cidadão brasileiro, você se preocupa com o bem-estar dos animais? Você também fica indignado com este tipo de proposta indecorosa? Então participe da consulta popular da Câmara dos Deputados votando CONTRA o nefasto Projeto de Lei 318/2021. Na página da enquete, escolha a opção 'DISCORDO TOTALMENTE', posicionando-se CONTRA o reconhecimento da criação exploratória de animais como 'Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil'. Faça esse gesto de solidariedade pelos animais.


“A aprovação desse PL colabora para a objetificação e favorece os setores de entretimento com animais. Nós, como mulheres antiespecistas, devemos votar contra esse retrocesso que busca facilitar a venda e exploração de animais. Entre no link da enquete e vote DISCORDO TOTALMENTE”, sugere a União Vegana Feminista.




Solidarize-se com os animais da APIPA


Solidarize-se com os cães e gatos carentes assistidos pela APIPA. O nosso centro de acolhimento está sempre superlotado, operando com o dobro de sua capacidade, sendo necessário que se faça coletas diárias de doações de ração, material de limpeza, medicamentos veterinários e jornais. Um dia de consumo de ração no abrigo equivale a 25 kg para os cães adultos e entre 12 e 15 kg para os gatos, sem contar os filhotes. Para fazer a higienização do abrigo, usamos diariamente 5 litros de desinfetante e 5 litros de detergente, além de muito saco de lixo, esponjas, vassouras e rodos. O amigo interessado em ajudar pode entregar os donativos diretamente na sede da Entidade, ou ainda, se preferir, fazer as doações em dinheiro por meio de depósitos bancários (contas abaixo).



A protetora Isabel Moura, que é uma das fundadoras e membro da atual diretoria executiva da APIPA (Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais), fala um pouco sobre a importância da adoção de animais carentes e o trabalho que a Entidade desenvolve na reabilitação de cães e gatos resgatados em situação de maus-tratos e abandono (vídeo).



Devido à pandemia, as visitas ao abrigo da APIPA sofreram algumas restrições, sendo agora necessário que o visitante faça prévio agendamento por meio do Instagram.








Como ajudar a APIPA


Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos!




Faça a sua doação de ração para cães e gatos:


CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações)


CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8 Pix: apipa.bbrasil@gmail.com

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0 Pix: apipa.cef@gmail.com

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4




Com informações do Portal Veg

Comments


bottom of page