• Apipa

Crime: abandono de cão na porta da APIPA causa revolta e indignação

Crime de crueldade, procedimento de pura covardia, mais um abandono de inocente na porta do abrigo da APIPA, nefasto ato que se repete corriqueiramente, sendo agora protagonizado por uma mulher ainda não identificada que se utilizava de um veículo alugado para pôr em prática sua perversidade.

Mulher perversa, desprovida de remorso e compaixão, larga ao abandono cãozinho indefeso, livrando-se de sua responsabilidade num ato nefasto de pura covardia. (Imagens: Reprodução / APIPA)

O flagrante de um crime de abandono de um cãozinho em Teresina tem causado revolta em muitos internautas usuários de redes sociais. A ação delituosa ocorreu em frente ao abrigo da Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (APIPA), onde o animal foi deixado ao abandono por uma mulher, suposta tutora. A voluntária da Entidade que gravou as cenas de crueldade percebeu que o animal tinha o corpo infestado por carrapatos, o que já sinaliza claramente que o pobre bicho era vítima de maus-tratos e negligência. Após a conduta condenável da delinquente, o cachorrinho começa a vagar assustado dando voltas de um lado a outro da via pública sem saber para onde correr, até que decide fugir e desaparece.


"A gente não pode receber animais que têm tutor. A senhora é responsável por ela. Soltou a cadela aqui no meio da rua. A senhora veio abandonar na nossa porta. A senhora está sendo irresponsável. Eu vou lhe denunciar", reclama indignada Jane Haddad, uma das fundadoras da Associação e administradora do abrigo.


Jane conta ainda que, antes de gravar, tentou conversar com a mulher explicando as condições do abrigo, que enfrenta dificuldades com superlotação e está com o estoque de ração zerado. "Eu explicava que o abrigo está lotado e ela não podia deixá-lo lá, que eu podia ajudá-la de alguma forma, até mesmo procurando um lar temporário, mas ela alegou que ia viajar e que ainda tinha mais dois para jogar", resume a protetora.


Assista ao vídeo / Ato criminoso


Veja post no Facebook


Situação do cãozinho abandonado


Assustado e sem saber que rumo tomar, o cãozinho maltratado fugiu do local, que está situado no bairro Uruguai (próximo ao Centro Universitário Uninovafapi), Zona Leste de Teresina, ficando assim perdido e desaparecido. Voluntários da APIPA ainda tentaram resgatá-lo, mas não conseguiram, pois o animal corria e estava sem guia, que lhe foi retirada pela própria infratora no momento em que praticava o seu ato nefasto.


"Não conseguimos pegá-lo porque a tutora tirou a guia e quando fomos nos aproximar, ele saiu. Ainda fomos tentar resgatá-lo, mas lá próximo tem uma universidade, o trânsito estava engarrafado e ele sumiu. A atitude dela foi uma tremenda irresponsabilidade e ele ainda estava cheio de carrapato. Continuamos rodando pra ver se o encontramos", lamenta Haddad.


Crime ambiental


No vídeo é possível ver a placa do carro que é conduzido pela mulher. A APIPA já identificou que o veículo foi alugado. "A presidente da APIPA vai atrás da identidade dessa pessoa para registrar BO. Tem que ter um inquérito para que ela possa pagar por essa atitude irresponsável", reitera Jane Haddad.


Abandonar animais é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais, podendo acarretar multa e detenção ao infrator.


APIPA clama por conscientização da sociedade


Nossa Entidade, que não recebe nenhuma forma de subvenção governamental, ou qualquer outro tipo de apoio financeiro permanente, tem o propósito de realizar os resgates de animais que vivenciam situação de risco na cidade, mas vem enfrentando grandes dificuldades para custear despesas em clínicas veterinárias, com dívidas que já chegaram a R$ 100 mil. Outro entrave na questão dos resgates e acolhimentos de novos animais é a situação de superlotação o abrigo. O local, que foi projetado para hospedar apenas 160 animais, opera hoje com o dobro de sua capacidade - e já teve muito mais.


Queremos lembrar, àqueles que são desprovidos de consciência, que a APIPA não é um depósito de animais. A Associação clama pela conscientização, compreensão e colaboração da sociedade, pois não dispõe de condições financeiras nem de espaço físico para abrigar tantos novos animais, uma vez que a superlotação gera mais sofrimento aos bichinhos do abrigo.


Neste momento de grande dificuldade, pedimos a compreensão de todos e, mais uma vez, suplicamos à sociedade teresinense para que assuma a responsabilidade sobre a tutela de seus animais e não tente repassar o dever de cuidar, que é seu, à APIPA. Não é justo que recebamos tal incumbência!

Ajude! Cão e gato resgatados pela APIPA estão internados para cirurgia


Estoque de ração zerado


Hoje, a APIPA abriga cerca de 300 animais carentes, todos resgatados do abandono e da negligência de humanos cruéis, sendo mais de 20 filhotes. Além da dívida acumulada em clínica veterinária, resultante das ações de resgate de animais doentes, ainda falta ração para alimentar os cães e gatos mantidos pela Entidade, que sobrevive exclusivamente de doações. Há mais de uma semana que esses bichinhos vêm sofrendo com a falta de comida, tendo que as voluntárias do abrigo tirarem do próprio bolso para comprar o alimento para eles.


O consumo diário de ração no abrigo, para alimentar os cerca de 300 bichos atualmente assistidos, é de 25kg para os cães e 15kg para os gatos, somando 40kg/dia. Quem se solidarizar com a situação da APIPA e quiser fazer algo para minimizar o sofrimento desses bichinhos, pode fazer sua doação à Entidade seguindo um dos meios descritos abaixo.


Assista ao vídeo / TV Assembleia


Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos


Como ajudar a APIPA


Existem diversas formas com as quais o amigo pode participar para contribuir com o trabalho assistencial da APIPA. Um modo bem simples e rápido de ajudar é fazer as doações em dinheiro por meio de transferência/depósito bancário (contas abaixo). O amigo também pode fazer doações (online) por meio do PagSeguro. Lembrando que a nossa associação sobrevive unicamente de doações. Não deixe de oferecer a sua solidariedade em prol do bem-estar dos nossos bichinhos carentes. Ajude-nos!


Continuamos sem ração para cães e gatos. Mais informações no link abaixo:

Ajude! Falta ração para alimentar mais de 300 animais famintos


CONTAS BANCÁRIAS DA APIPA (doações)


CNPJ: 10.216.609/0001-56

  • Banco do Brasil Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

  • Caixa Econômica Federal Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

  • Banco Santander Ag: 4326 / CC: 13000087-4


Abandono de animais aumenta e APIPA pede ajuda em Teresina


AJUDE os animais carentes do abrigo da APIPA


Para adotar um amiguinho em Teresina, conheça o abrigo de animais carentes da APIPA.


Com informações do Bicharada

APIPA® - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE PROTEÇÃO E AMOR AOS ANIMAIS

CNPJ: 10.216.609/0001-56

BANCO DO BRASIL
Ag: 3507-6 / CC: 57615-8

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag: 0855 / Op: 013 / CP: 83090-0

BANCO SANTANDER
Ag: 4326 / CC: 13000087-4

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon

contato.apipa@gmail.com

Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai - Bairro Uruguai (6 quadras após a UNINOVAFAPI)

Teresina, PI - CEP 64073-167

COPYRIGHT © 2018

Site criado pela Pix Marketing Digital

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon